Os cereais reduzidos em flocos são secados e, em seguida, resfriados para reduzir o percentual de umidade e a temperatura aumentadas durante os tratamentos anteriores.

O processo é executado em uma única estrutura dividida em duas partes: 
uma primeira parte para a secagem e uma segunda parte para o resfriamento.

Tudo ocorre mediante o transporte dos flocos em uma esteira perfurada, através da qual em uma primeira fase é insuflado ar quente através de um trocador de calor de vapor/ar e em uma segunda fase, de ar frio, para o resfriamento do produto.

Uma série de comandos torna possível uma ampla regulação do tempo de passagem dos flocos nas fases de secagem e resfriamento, obtendo um produto perfeito com características de umidade e de temperatura adequadas para a conservação.